Lucas Paquetá recebe a faixa da Seleção CCF da 6ª rodada

17/05/2018 - 20:16

Cá estou de novo, amigos! Rodada passada foi muito boa para a Seleção CCF e também para os demais cartoleiros que conseguiram passar facilmente dos 100 pontos. A escalação passada fez 106.92 pontos, porém, se a braçadeira estivesse com Arrascaeta e Nino Paraíba entrado em campo, a pontuação seria absurdamente maior, com certeza!

Mas não dá para se lamentar pelo “leite derramado” né, pai? Então vamos logo para a 6ª rodada e espero que todos os jogadores joguem e que o capitão mite assim como Arrascaeta mitou na rodada passada, amém!

Jailson fica no gol, pois vive grande fase, é o meu goleiro de confiança e, além de saldo de gol, pode ainda praticar algumas defesas jogando contra o Bahia.

Víctor Cuesta e Balbuena são os zagueiros escalados. O primeiro deve ser unânime, já que suas pontuações quando joga em casa são bem altas. É um zagueiro que rouba muitas bolas e pode manter o saldo diante da Chapecoense. Balbuena foi escalado não visando o saldo, mas sim roubadas de bola. Caso o Corinthians não leve gol, a tendência é de pontuação boa do zagueiro paraguaio. Se Pedro Geromel for jogar, ele entrará no lugar do zagueiro corintiano.

As laterais serão ocupadas por Zeca e Marcos Rocha. O Internacional fez um grande jogo defensivo contra o Grêmio na semana passada e pode repetir isso nessa rodada. Zeca jogou de volante e fez um bom jogo. Agora jogando como lateral, pode apoiar mais o ataque e pontuar bem. Marcos Rocha é uma das unanimidades da rodada e não dá para deixá-lo fora da equipe.

Quarteto fantástico no meio-campo: Cuéllar, Lucas Paquetá, Arrascaeta e Patrick. A dupla do Flamengo (Cuéllar e Paquetá) fizeram uma partida perfeita contra o Emelec, pela Libertadores. Jogando contra o maior rival do Flamengo no Maracanã, a dupla pode repetir a boa atuação ou até subir o nível, o que não seria nada mal. Arrascaeta vive grande momento e é o “faz tudo” do Cruzeiro. Mesmo jogando um clássico, acredito que o uruguaio pode desequilibrar para a equipe celeste. Fecho o setor com Patrick, ladrão de bolas do Internacional. Paquetá fica com a faixa.

Ataque “basicão” para a 6ª rodada: Keno e Luan. Ambos os jogadores costumam pontuar bem sem gol ou assistência e é isso que fez com que eu escolhesse essas opções.

Renato Gaúcho fica no banco, já que enfrenta o fraquíssimo Paraná.

Alterações: Sai Balbuena (Corinthians), entra Réver (Flamengo).

Cogitei colocar o Rodrigo Moledo (Internacional) no lugar do Balbuena (Corinthians) e retirar o Zeca (Internacional) e colocar o Renê (Flamengo), mas achei melhor não. Quem quiser optar por essa escolha, fique a vontade, também será uma ótima opção.

DESEMPENHO

1ª Rodada: 126.35 pontos

2ª Rodada: 92.28 pontos

3ª Rodada: 62.09 pontos

4ª Rodada: 64.62 pontos

5ª Rodada: 106.92 pontos

CCFnas redes sociais